Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Temas e Formas Inspirados na Amazônia

Ilustrações temáticas inspiradas em temas e formas da Amazônia.
A fauna, a flora e as manifestações da cultura brasileira são alvo do meus design há um bom tempo.  Para mim estas expressões são obras da inteligência divina, com seus traços, cores e ritmos dos quais me aposso para saber mais sobre ela. O desenho tornou-se um canal para adquirir este conhecimento.
Tanto que, depois de criar cinco painéis temáticos ilustrados sobre lendas e outros temas da Amazônia para um hotel em Manaus, como um exercício, resolvi “re-olhar” cada detalhes destes desenhos. Passeando pelas formas, pude perceber novas composições, composições estas que se revelaram apenas após um simples ato de mudar a forma de olhar.
Resolvi fazer isso explorando novos enquadramentos dentro de algo que é “conhecido”, que “existe”, e que passa a ser visto de novo, tornando-se novo.
Esta série de imagens é uma parte dessas explorações.
Espero que curta!

A Orquídea e o Galo da Serra

  galo-da-serra-lu-paternostro
Proibida reprodução sem autorização da artista. 

O Galo-da-Serra tem uma cor estonteantemente vibrante e por isso é considerada uma das mais belas aves do continente americano. Raramente encontrado e de hábito solitário, tem maior presença nas serras fronteiriças do norte do Brasil, desde o Amapá até a região do alto Rio Negro. Seu nome científico, Rupicola rupicola, significa ave que habita as rochas. 

As orquídeas são, em cada flor, uma verdadeira obra prima da natureza. Aqui, baseando-me na estrutura de algumas espécies, acabei criando a minha própria orquídea.

O Coco do Babaçu

coco-do-babaçu-lu-paternostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

O coco do babaçu é a fruta de uma palmeira. O coco é uma espécie de caixa, que acomoda três a cinco amêndoas, de alto valor nutritivo e comercial.  Quando do coco é cortado transversalmente, podemos encontrar este desenho acima, cujos buracos representam os locais onde as castanhas ficam. Desenhei um monte de cocos para conhecer melhor suas curvas. Esta composição acima é feita com o desenho que abstrai do coco do babaçu e, neste desenho, é parte da vestimenta de uma índia que compõe o painel temático ilustrado  “Lenda do Boto Cor de Rosa”, que vc pode acessar aqui.

A Helicônia

heliconia-lu-paternostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

O que sempre me chamou a atenção quando via as helicônias pelas ruas, eram a distribuição das suas cores em suas formas curvas. Quando resolvi explorar suas formas desenhando, vi que existiam tipos diferentes de composição, tipos diferentes de frutos.  Já imaginou que ela é um tipo de bananeira e aquilo que pende colorido é um cacho de um tipo de banana? Ela também é conhecida como bananeira do mato! Eu não tinha percebido todo esse nunce, até ter a oportunidade de desenhá-las. E vi suas formas tomarem novo corpo na composição. Você pode vê-la no painel temático ilustrado “Uma Homenagem a Manaus”.

O Boto Cor de Rosa

boto-cor-de-rosa-lu-paternostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

O doce e fofo boto cor de rosa! Um cetáceo, que vive nas águas doces, nos rios amazônicos, com cores que vão de um cinza arroseado até um rosa claro. É o personagem principal de uma lenda bastante curiosa, a “Lenda do Boto Cor de Rosa”, um mito que se confunde com a realidade para as pessoas que vivem na região do Amazonas.

E para quem o conhece sabe: ele ri de verdade e parece que gosta das pessoas. Mas das pessoas que gostam deles, pois são hiper sensíveis e agem como cachorrinhos do rio. Se um dia nadar com eles, jamais bata em sua cabeça, pois ela é super frágil e molinha. Acaricie seu corpo, seu bico longo. Ele adora e retribui com risadinhas! Implemente maravilhoso!

As Piranhas

piranhas-lu-patenostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

Represento aqui um bicho danado de esperto, que age em grupo, as piranhas.

Uma piranha sozinha tem uma boca pequena e cheia de dentinhos que já arranca um pedacinho de quem entra em confronto com ela. Imagina milhares, todas dando uma mordidinha em você ao mesmo tempo! Aonde tem piranha, não devemos entrar, nadar!

Representei a piranha, mas dei cores a ela, pois elas são muito descoloridas! Você pode vê-las em mais quantidade nos painéis temáticos ilustrados “A Lenda de Iara” e “A Lenda das Amazonas”

Boi Vermelho

boi-garantido-lu-paternostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

Sempre gostei dos dois bois da festa da cidade de Parintins, o Boi Garantido e o Boi Caprichoso. Localizada no Estado do Amazonas, no local foi se desenvolvendo um movimento incrível em volta da disputa entre os dois bois, o vermelho e o azul, um com um coração na testa e o outro com uma estrela. São lindos!

Vindos da manifestação genuína do povo do local, um folguedo divertido que o povo das pequenas cidades brincavam, acabou tomando corpo e se tornando um grande festival anual que acontece no mês de junho, e atrai pessoas de todo o Brasil, e até de outros países, tornando-se como o Carnaval do Rio de Janeiro e São Paulo: mais show, grandiosidade, disputa e menos brincadeira, alegria e leveza. Aqui desenho o boi porque gosto muito deles e o considero um ícone local.

NOTA: Recomendo que conheça o desenhos dos bois, que são muito bonitos, grandes, simpáticos, pomposos, mas não se atreva a desenhá-los do jeito que são mostrados em fotos do festival, na web, pois o pessoal da organização pode processá-lo por você se beneficiar de uma imagem que tem dono, ou seja, o seu dono são os patrocinadores. O fato é que tudo é bem complexo e se precisar, fale comigo. Se quiser conhecer sobre os bois, pesquise na internet, mas se quiser desenhá-los, crie os seus próprios bois, uma boa oportunidade, pois se desenhar o boi da festa, você poderá sofrer um processo. Nuca desenhe algo semelhante aos bois do festival de Parintins. Esta imagem, “Os Bois Azul e Vermelho”, é de minha autoria e me deu alguns problemas.

A Fruta do Guaraná

07

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

Quando conheci a fruta do guaraná, a achei muito curiosa: vermelha por fora, comportando uma bola branca, que tem “olho” preto! Ai pesquisando descobri que ela veio de uma linda, uma linda e triste lenda, que conta como ela foi criada, “A Lenda do Guaraná”, que representei nesse painel temático ilustrado. Sua forma possibilita milhares de outras formas, que se juntam, de mesclam. Parecem que tocam uma musica própria, pois para mim elas emitem sons!

São as maravilhas que o grande poder cria e nos dá para explorá-las com nossos olhos, mãos, sentimentos.

As Palafitas

palafitas-lu-paternostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

As palafitas são casas que são construídas sobre longas estacas, para sobrevivem sem serem alagadas, quando as águas dos rios sobrem muito. Encontramos este tipo de construção em regiões onde há muitas chuvas também.

As palafitas são feitas de madeira, são cinzas ou marrons acinzentadas. Aqui a fiz com suas janelas cheias de cor e flores! veja mais no painei temático ilustrado “Uma homenagem a Manaus”

As Penas da Tanga Indígena

penas-tanga-indigena-lu-paternostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

O Olho do Tucano

tucano-lu-paternostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

As contas de Iara

contas-de-iara-lu-paternostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

O Sapo entre Flores

sapo-e-flores-lu-paternostro

Proibida reprodução sem autorização da artista. 

 

Abraço

Lu Paternostro
Sou artista visual, designer, amante da arte, do design, da fotografia, da cultura popular, da publicidade e de toda forma de expressão da criatividade. Gosto de explorar novos “mundos e olhares” contidos nos traços, cores, temas que a vida mostra, e a diversidade de multimeios, onde tudo isso pode acontecer, interagir, se expressar.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube
Translate »